Ícone do site Tribuna do Juruá

Professores marcam protesto contra o governo do Acre

Os trabalhadores em educação, em greve há três semanas, marcaram para amanhã (12), a partir das 8 horas, um grande ato público contra o governo estadual, que se retirou das negociações como estratégia para esvaziar o movimento paredista. “O governador deu com os burros n´água, pois, agora, estamos mais fortalecidos”, declarou o presidente da categoria em Cruzeiro do Sul, Valdenízio Martins.

O vice-presidente do sindicato, Augusto Leandro Rodrigues, foi mais enfático: “Esse governador, à custa do erário, foi a Brasília defender alguns mafiosos que estavam presos. Com a gente, que somos trabalhadores honestos, ele é arrogante, prepotente e autoritário”, desabafou o ativista, criticando ainda o não pagamento da Valorização dos Profissionais em Educação (VDP) e das aulas complementares.

Os trabalhadores em educação reivindicam um aumento linear e integral de 15%, reformulação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR), equiparação salarial dos professores do quadro provisório com os professores do quadro efetivo, concurso para o provimento do quadro efetivo de professores e funcionários de escola, entre outros.

Tribuna do Juruá – Jorge Natal

Sair da versão mobile